Notícias

SINDICATO COBRA INFORMAÇÕES CORRETAS SOBRE VACINAÇÃO

Atualizado em 26/05/2021

O conflito jurídico e político entre o ministério público (federal e estadual) e o governo municipal de João Pessoa tem como efeito colateral, a incerteza sobre a vacinação dos trabalhadores da educação no estado da Paraíba. Não podemos entender porque uma questão tão simples de ser resolvida e esclarecida tem gerado tantas decisões contraditórias e narrativas propositadamente confusas ou com o intuito de confundir. Queremos saber o seguinte: Os grupos programados para serem vacinados antes dos trabalhadores em educação já estão com as doses reservadas? Sim ou não? Se sim, como informa o governo municipal de João Pessoa, porque os trabalhadores em educação devem ficar esperando se já podemos começar a aplicar as doses que serão para o nosso grupo? É muito estranho que toda essa polêmica só venha a acontecer exatamente quando começou a vacinação dos trabalhadores em educação.
Respeitamos todos os grupos e não queremos furar fila, mas também não queremos ficar esperando pela boa vontade da última pessoa dos grupos anteriores. Reafirmamos que abrir escolas sem a imunização dos profissionais é facilitar novas ondas de contaminação e o desenvolvimento de novas variantes do vírus. Resolvam isso quem pode resolver. Eis a opinião da categoria.

Compartilhamento:

Voltar